Um guia de tráfego pago para o Marketing de Afiliados

Postado por

O marketing de afiliados é uma estratégia valiosa para os publishers que pretendem obter receitas com seu conteúdo e anunciantes que queiram acessar audiências de leitores.

O problema é que impulsionar o tráfego para sites de marketing de afiliados pode ser difícil. E, sem tráfego de alta qualidade, os publishers e anunciantes perderão oportunidades preciosas de impulsionar leads e ganhar dinheiro.

É aqui que entra o tráfego pago. O tráfego pago ajuda websites afiliados a gerar mais impressões e, portanto, conversões. Além disso, diferentemente do tráfego livre, o tráfego pago pode vir de públicos-alvo de nichos, mais propensos a se interessar em seus anúncios.

Ainda assim, é importante gerar tráfego pago da maneira certa. Usando as estratégias mais eficazes, você pode atrair mais atenção para o seu conteúdo e aumentar seu lucro.

Para ajudar, explicaremos como usar o tráfego pago no marketing de afiliados – incluindo as melhores fontes para gerar esse tráfego.

Aqui está o que você precisa saber.

Anúncios pagos podem ser usados no Marketing de Afiliados?

A resposta é sim! A compra de tráfego pago pode ajudar os websites afiliados a terem um desempenho melhor e a ter acesso aos públicos mais engajados e interessados.

Ao lançar anúncios pagos em locais estratégicos da web, os profissionais podem tratar dados demográficos específicos dos clientes. Se estiverem gerenciando campanhas afiliadas para empresas de tecnologia, por exemplo, é possível ter acesso apenas àqueles interessados em conteúdos e produtos relacionados à tecnologia.

Claro que usar o tráfego pago no marketing de afiliados tem um custo. Quando bem-feitas, entretanto, as receitas geradas por essas campanhas afiliadas ultrapassam de longe o custo de qualquer anúncio de tráfego pago, garantindo que se tenha lucro com seus esforços.

Existem também alguns riscos envolvidos, e golpes que exigem atenção. Os bots, por exemplo, podem impulsionar os cliques e custos sem, de fato, haver uma conversão, o que acaba por consumir o orçamento.

Por isso é tão importante que os profissionais do mercado de afiliados escolham as fontes, estratégias e ferramentas certas para as suas campanhas de tráfego pago.

Como alcançar mais tráfego?

Existem diversas plataformas para obter tráfego pago. Cada uma delas tem suas próprias vantagens exclusivas, ferramentas e métodos de promoção para o sucesso.

Especificamente, as melhores fontes de tráfego para anúncios de marketing de afiliados são:

  • PPC
  • Anúncios em Links e Banners
  • Anúncios em Mídias Sociais
  • Publicidade Nativa

PPC

A publicidade Pay-per-click (PPC) é o processo de compra de espaços de anúncios em páginas de resultados de buscas. Uma marca de moda, por exemplo, pode focar em pessoas que buscam os “melhores looks do outono”, ajudando a garantir que seu conteúdo apareça entre os principais resultados:

O PPC oferece muitos benefícios para afiliados. Potencialmente, você pode acessar milhões de clientes-alvo que procuram seus produtos se você der lances bem-sucedidos em um desses top spots, e for apoiado por um conteúdo otimizado de SEO.

Ainda assim, o espaço é extremamente concorrido, e não há garantia de que os seus lances resultem em ganhos ou impulsionem os cliques.

O Google Ads é a plataforma de anúncios PPC mais conhecida, e oferece às empresas uma oportunidade de veicular anúncios na rede desse gigante de buscas. Os participantes precisam apenas ter certeza de que seus anúncios estão de acordo com os critérios do Google, inclusive quanto à relevância da palavra-chave e à qualidade da landing page e, é claro, um conteúdo envolvente.

Anúncios em links e banners são display ads que podem ter diversas formas, tamanhos e posições em uma web page.

Um publisher, por exemplo, pode posicionar anúncios de banners no topo de seus artigos, ou na barra lateral de sua homepage. Ao clicar nesses anúncios de banners, os leitores são direcionados para um produto ou landing page onde podem ter mais informações sobre os produtos e serviços anunciados.

Os anúncios de links e banners são ótimos para gerar impressões, e serem vistos por públicos do publisher.

O problema é que esses anúncios frequentemente têm baixas taxas de cliques (CTR) em comparação com outras formas de publicidade. Isto acontece porque muitos usuários usam ferramentas de ad blocking que evitam a visualização dos anúncios. Até mesmo as pessoas que visualizam os anúncios de banners podem desenvolver “banner blindness“. Isto significa que, conscientemente ou não, elas ignoram os anúncios e passam por eles através da rolagem da página, sem jamais registrá-los ou se envolver com eles.

Anúncios em Mídias Sociais

Os anúncios em mídias sociais consistem em inserções em plataformas sociais tais como Facebook, Instagram e Twitter. As empresas podem comprar essas inserções através da rede de anúncios de cada plataforma.

O Instagram, por exemplo, oferece imagens in-feed, vídeos e carrossel de anúncios, bem como os anúncios do Instagram Stories. Alguns desses anúncios possuem até mesmo botões de call-to-action ou botões de “comprar” que permitem que os usuários comprem diretamente de cada app ou site.

Ao anunciar em mídias sociais, as empresas podem acessar os consumidores quando eles já estiverem se envolvendo com conteúdos de amigos, familiares e de outras marcas, e estiverem interessados em ver novos produtos. Na verdade, quase 50% dos usuários da Internet pesquisam produtos online via redes sociais.

É necessário apenas garantir que seu criativo corresponda ao idioma e ao sentimento do conteúdo orgânico do feed, e que ofereça valor ao usuário.

Publicidade Nativa

Publicidade Nativa” é o processo de criação de anúncios que correspondam à forma e à função do conteúdo que está em seu entorno, de forma que eles se encaixem perfeitamente na experiência do usuário. Uma vez que a publicidade nativa é semelhante ao conteúdo orgânico, ela não é disruptiva, e os consumidores ficam mais propensos a interagir.

Os anúncios em mídias sociais e mecanismos de busca são um tipo de publicidade nativa. As empresas também podem lançar publicidade nativa na open web, acessando públicos de leitores engajados em websites de publishers premium. As marcas podem lançar campanhas de marketing de afiliados, por exemplo, na forma de artigos recomendados, no topo, lateral, meio ou ao fim de artigos veiculados no site de um publisher importante. Assim, elas podem acessar os leitores exatamente quando eles estão prontos para se envolver com algo novo.

Na verdade, é por esse motivo que os afiliados escolhem a Taboola.

Como a maior rede de descoberta de conteúdo do mundo, nossa plataforma oferece um enorme alcance global de mais de 1,4 bilhão de usuários da Internet, bem como recursos avançados de segmentação para públicos de mais de 22.000 sites confiáveis.

Os afiliados de setores como nutrição, saúde, e-commerce, seguros e energia renovável alcançaram um sucesso especial com a Taboola.

O tráfego pago proporciona retorno para o Marketing de Afiliados

Fontes de tráfego grátis para o marketing de afiliados só vão até um certo ponto.

Se os publishers realmente querem aproveitar ao máximo a maioria de suas campanhas de afiliados, eles precisam investir em tráfego pago através de fontes como PPC, anúncios em links e banners, anúncios em mídias sociais e publicidade nativa. Isto permitirá que eles disseminem a conscientização de forma mais eficaz, alcancem seus públicos-alvo, e gerem conversões.

É importante, ainda, estar consciente das armadilhas envolvidas na compra de tráfego. Em vez de desperdiçar o seu orçamento, as ferramentas certas podem ajudá-lo a evitar golpes e fraudes, e acessar apenas os públicos mais relevantes e com alta qualidade.

Como uma plataforma de descoberta e publicidade nativa líder no mundo, a Taboola faz exatamente isso. Ajudamos milhares de clientes afiliados ao redor do mundo, a lançarem seus anúncios em websites de publishers premium, para alcançar as pessoas certas, exatamente quando elas estão prontas para descobrir algo novo e, assim, impulsionar o seu tráfego e receitas.

Crie sua primeira campanha com a Taboola!